História

Fundação da CEE: 11 de Maio de 1982

No início da década de oitenta, um grupo de espíritas amigos (trabalhadores da Usiminas-Ipatinga/MG) foi convidado a trabalhar na Companhia Siderúrgica do Tubarão-CST/ES. Eram trabalhadores atuantes no movimento espírita de Ipatinga, principalmente no Grupo Espírita “A Caminho da Luz”, sediado no Bairro Bom Retiro.

Anteriormente, um Espírito Benfeitor daquele Grupo Espírita havia dito a alguns deles (Paulo Novaes, Ivan e Marly Vieira, Bernardo, Leda) que eles ainda iriam trabalhar muito em uma cidade grande, perto do mar.

Na despedida dos trabalhos espíritas em Ipatinga, foi dito ao grupo que os trabalhos que desenvolviam teriam sequência nessa nova cidade. E, assim, ao receberem o convite da C.S.T., aqueles companheiros foram se transferindo para Vitória, um a um.

Primeiramente, vieram Denise Holembach e Marco Antônio Ferreira, que estabeleceram um “Culto no Lar” em sua residência, às quartas-feiras, abrindo as portas para que outras pessoas pudessem estudar a Doutrina Espírita; também de Ipatinga, chegou-se à Denise, a Marly Fonseca. Depois, vieram Paulo Novaes e Inez com seus filhos, Ivan Vieira e Marly, também com seus familiares. A seguir, viriam João Batista Aniceto e Scheila, Adília Ribeiro e filhos, José Bernardo Moura, Sebastião Elói, Edmar e Elaine, Leda Jabour Lott. Todos se juntaram ao culto familiar de Denise.

E assim, o salão do culto familiar de Denise ficou pequeno para receber tantos adultos e crianças em processo de evangelização.

Foi, então, criada a Comunidade Espírita Esperança (CEE), em 11 de maio de 1982. De imediato, criou-se um quadro de contribuintes para a compra futura do terreno e construção da sede da CEE.

Também, com esse objetivo, foi confeccionado um livro de receitas, “Com Açúcar, Sal e Afeto”, e realizaram-se almoços, jantares e bazar. A ajuda financeira foi de muitos; ainda na construção da sede, chegaram Dr. Dirceu Carneiro, Luiz Geraldo, Clóvis Aurélio e outros.

Dois anos após sua fundação, foi inaugurada oficialmente a sede, à rua Alvim Soares Bermudes, 197, Bairro Morada de Camburi-Vitória/ES.

A festa de inauguração teve José Raul Teixeira como orador, a participação do coral da Casa Espírita Cristã e do médium Júlio Cezar Grandi Ribeiro, contando, ainda, com a presença de muitos companheiros do movimento espírita de Vitória, inclusive, Dalva Silva Souza e Elói Corvetto de Souza que, a partir da inauguração da sede, ligaram-se estreitamente à CEE.

Presentes (27) à fundação: Paulo A. Novaes, Inez Batistuta Novaes – Paulo Batistuta Novaes, Cristina Batistuta Novaes, Mônica Batistuta Novaes, Ivan Vieira, Marly Mattos Vieira, Marcio Mattos Vieira, Edmar Corrêa, Elaine Corrêa, Cristina Corrêa, Adília Ribeiro de Souza, Thelma de Souza Berquó, Clélia A. Silva Cristina Mariano da Silva, Consuelo Guerra Arantes, João Batista Aniceto, Evelyn Mary Gonçalves Corrêa, Humberto B. Corrêa, Dircinha Tavares Gonçalves Lauro Lima, Denise Lima, Antonio Marcos Corrêa Ferreira, Tukiê Paiva, Elza Silva Martins, Marco Antônio Ferreira e Denise H.C. Ferreira.