Atendimento Fraterno acolhe mais de 400 pessoas na pandemia

Conforto espiritual e uma boa conversa foram muito importantes durante os meses em que nossa Casa esteve fisicamente fechada. Coordenado por Cristina Murrer, o Atendimento Fraterno fez um trabalho incansável de acolhimento às pessoas por telefone. Uma equipe se revezou no atendimento de pessoas com as mais diversas queixas decorrentes de problemas de saúde mental, física e espiritual. Mais de 400 pessoas receberam orientação, passes e muitas foram encaminhadas ao grupo Fonte Viva, para participarem da terapia fluídica.

De acordo com os dados estatísticos, os atendimentos realizados foram em sua maioria a mulheres, com idades entre 31 e 50 anos. Dentre as queixas, a maioria relatou desconforto espiritual, conflitos de relacionamento, depressão, síndrome do pânico e até ideação suicida. Foram diagnosticados mais de 70 casos de mediunidade. Todas as pessoas foram encaminhadas para o tratamento adequado.

“Começamos nosso atendimento no mês de julho de 2020, quando passamos a atender via WhatsApp/vídeo e as pessoas se comprometeram a passar por todos os atendimentos da Casa, sendo encaminhadas aos grupos de harmonização”, explicou Cristina Murrer.

Este trabalho deve continuar de forma híbrida, sendo virtual e também presencial, dependendo da necessidade de cada pessoa que procurar atendimento. O telefone para agendamento é (27) 99751-3259.

Agende seu atendimento presencial ou por telefone